Segurança: como usar a tecnologia para proteger sua empresa

Conheça as principais soluções do mercado e crie um esquema para garantir sua integridade física e seus bens

Brasil é o 11º país mais inseguro do mundo, segundo a ONG americana Social Progress Imperative.

A crise de segurança pública é grave. Ondas de assassinatos assolam cidades nordestinas, rodovias são palco de roubos de cargas, e até municípios do interior sofrem com medo de assaltos residenciais.

Isso sem falar na polêmica intervenção militar no Rio de Janeiro. Não à toa, o setor de segurança eletrônica faturou R$ 6,4 bilhões no ano passado, de acordo com a Abese (Associação Brasileira das Empresas de Sistemas Eletrônicos de Segurança).

É natural, portanto, que o tema esteja no topo da lista de preocupações de empreeendedores. Atualmente, tão importante quanto ter um plano de negócio é criar um esquema de segurança para evitar que, em um único assalto, se perca tudo aquilo que o empreendedor levou anos para construir.

 

Essa é uma seleção de conteúdo da Reed Exhibitions Alcantara Machado sobre o mercado. Para continuar lendo, visite Revista Pequenas Empresas Grandes Negócios.


Artigo escrito por Equipe ISC Brasil | Ver todos os artigos de Equipe ISC Brasil