Tecnologia em 2022: já podemos ter certeza de algo?

Tecnologia em 2022: já podemos ter certeza de algo?

Como devemos avaliar a cibersegurança para o próximo ano

O impulsionamento da transformação digital desde o início da pandemia da Covid-19, trouxe a necessidade de acelerar e modernizar as empresas mudando para sempre como os negócios observam, analisam e incorporam novas ferramentas e tendências tecnológicas.

Quando falamos em inovação tecnológica, entendemos como qualquer novidade que apareça no mercado para melhorar o uso das máquinas, o desempenho dos colaboradores, os produtos e a eficiência dos serviços para garantir uma melhor experiência para o consumidor e melhores resultados para uma organização.

Resta às organizações desenvolverem seus próprios métodos para acompanhar o ritmo frenético das mudanças tecnológicas. Todas as equipes, não somente as de TI, precisam estar capacitadas para enfrentar os desafios e modificar o cenário atual, porque a realidade mostra que as inovações ainda chegam mais rápido do que a maioria das empresas conseguem acompanhar.

Porém, o conhecido ditado “a pressa é inimiga da perfeição”, se faz muito presente nesse cenário. Ainda que haja uma pressão, natural, para que as coisas aconteçam da maneira mais rápida possível, não podemos deixar de lado as questões importantíssimas da cibersegurança. Em 2021, vimos a quantidade de tentativas de ataques aumentar, com cibercriminosos tentando aproveitar da fragilidade em um mercado que ainda se recupera de uma pandemia.

Esta é uma curadoria da RX Brasil sobre a tecnologia em 2022: o que esperar? Para continuar lendo, acesse o site da Segurança Estratégica.


Artigo escrito por Curadoria | Ver todos os artigos de Curadoria