congresso isc brasil 2019_2506

Tolerância Zero em Nova Iorque é case apresentado em palestra na ISC Brasil

O policial aposentado de Nova Iorque, Antônio Alfonso, participou do Encontro Nacional de Segurança Pública, ocorrido na ISC Brasil, no dia 25 de junho, e em sua palestra apresentou como uma das cidades que já foi considerada a mais violenta do mundo reduziu os índices de criminalidade.

Antônio explicou que tudo foi possível graças aos investimentos, mas sobretudo na observação de como a prefeitura da cidade deveria usar esses recursos. Para tanto, citou a teoria janela quebrada. “Essa teoria parte da premissa de que existe uma relação de casualidade entre a desordem e a criminalidade”, disse o palestrante. Ele exemplificou que se uma janela está quebrada e não é reparada, a tendência é que as pessoas entendam caso de abandono do local ficando vulnerável ao vandalismo.

Nova Iorque começou a entender isso na década 90, disse o ex-policial. “Os governantes olharam para a questão da segurança do transporte. Os policiais foram retirados de circulação de dentro dos vagões do metrô e passaram a ficar na entrada. Só com essa atitude a violência neste transporte foi reduzida em 50%”, ressaltou Antônio Alfonso.

Com as medidas adotadas, o governo de Nova Iorque chamou de “Iniciativa de qualidade de vida”, que segundo Alfonso, teve início quando o setor público passou a ouvir e dar atenção a tudo que era ofensivo ao povo nova-iorquino. “O policiamento e coação de crimes menores como o vandalismo ajudam a criar uma atmosfera de ordem e legalidade, evitando assim crimes mais sérios”, concluiu o palestrante.

Mais informações: https://www.iscbrasil.com.br/

 

Phábrica de Ideias – Assessoria em Comunicação
Ribeirão Preto (16) 3911-3606
Barretos (17) 3322-6772

  • Compartilhe:

Artigo escrito por Equipe ISC Brasil | Ver todos os artigos de Equipe ISC Brasil